Em artigo, coordenadoras da pesquisa “Projeto em Rede – Acessibilidade no Ensino Superior” defendem a inclusão nas universidades


As professoras Sandra Eli Satoreto de Oliveira Martins, do Departamento de Educação Especial e do Programa de Pós-graduação em Educação da Faculdade de Filosofia e Ciências da UNESP de Marília, e Lúcia Pereira Leite, do Departamento de Psicologia e do Programa de Pós-graduação em Psicologia da Faculdade de Ciências da UNESP de Bauru, defenderam que “modificar para acolher e ressignificar para incluir são premissas fundamentais no mundo contemporâneo”.

Em artigo intitulado “Educação Inclusiva em debate: a participação de pessoas com deficiência no contexto universitário”, as professoras afirmam ainda que “pensar as Instituições de Ensino Superior como um espaço democrático, formador de opiniões e de produção de conhecimento, exigirá formas de atuação que visem a plena participação de pessoas com deficiência em diferentes esferas da sociedade”.

Leia o artigo completo pelo link:

http://www.acessibilidadeinclusao.com.br/noticias/educacao-inclusiva-em-debate-a-participacao-de-pessoas-com-deficiencia-no-contexto-universitario/